Quando o neto pede para o avô um videogame de aniversário, coisas terríveis podem acontecer. Quando o vô chega feliz com aquele console debaixo do braço, achando que fez um bom negócio no camelô, o trauma da criança está garantido. Tudo por causa destas máquinas malditas: os clones!

Mas alguns até que funcionam bem e podem ter feito uma criança feliz, depois do primeiro susto… (desde que você se contente em jogar NES e não PlayStation). Afinal são opções mais baratas do que os originais, talvez a única forma de algumas famílias terem um videogame em casa.

Porém muitos são feitos para enganar, um completo lixo maquiavélico…

Esta pequena lista é uma minúscula amostra da quantidade imensa de clones que existem por ai… Peguei os mais interessantes que encontrei, incluindo também alguns que tiveram certo impacto na nossa realidade brasileira de décadas atrás.

No início da história dos jogos no Brasil, o Atari e NES nem existiam oficialmente, ou eram difícil de achar por aqui, com preços altos. Então algumas empresas nacionais deram um jeito e surgiram MUITOS clones. Acho que muita gente nem sabia o que era original ou o que era cópia, desde que todas rodassem os mesmo jogos, estava valendo.

 

Categoria 1: clone salvador

 

  • Supergame CCE

image

Na minha época de criança a CCE tinha uma reputação horrível, era conhecida como “Conserta, Conserta, Estraga”. Não se hoje em dia a qualidade melhorou… Todo caso muita gente entrou no mundo dos videogames no Brasil com um Supergame CCE! Um clone do Atari, com preços mais acessíveis. Mesmo sendo uma cópia, foi única forma de muitas crianças jogarem, por isso é um clone salvador (como todos os outros desta categoria).

 

  • Dynavision

Mais um clone do Atari.

image

  • Phantom System

image

A Gradiente tinha a marca Atari no Brasil e estava pensando em lançar o novo Atari 7800 por aqui. Estava tudo certo, foram até EUA para assinar o acordo, porém alguns dias antes perceberam que o mercado americano já estava todo voltado para o NES. Só que nesse meio tempo estava sendo produzido em Manaus carcaças do console e controles… A Gradiente acabou desistindo do negócio com a Atari, mas o que fazer com a produção que já havia começado?

A Nintendo não tinha interesse no mercado brasileiro naquela época (e nem hoje né? 😦 ) A Gradiente então resolveu importar um NES e estudar seu interior… Os controles acabaram sendo descartados, mas a carcaça do que seria um Atari acabou sendo usada para uma cópia não oficinal do NES! O primeiro clone de muitos outros que surgiriam.

E o controle? Inspirados pelo belo design do controle de um novo console que estava prestes a ser lançado no Japão, fizeram uma cópia descarada dele! Quem era? Projeto MK-1601, que depois teve o nome alterado para Mega Drive. Então o Phantom System nasceu, um clone de NES, com cara de Atari (mais ou menos) e controle cópia do Mega Drive (só que os jogos do NES utilizavam somente 2 botões, então para que serviria o terceiro??).

Esta aberração fez muito sucesso por aqui. Vários jogos também não licenciados como Super Irmãos (cópia de Super Mario) foram lançados.

Que belo nome hein? Sistema fantasma…

Bem, alguns anos depois, o copiador virou o oficial! Pois uma parceria entre Gradiente e Estrela lançou a Playtronic, empresa que representou oficialmente a Nintendo no Brasil de 1993 em diante, lançando o NES, Game Boy, SNES, Virtual Boy (sucesso!!) e Nintendo 64. A Estrela acabou vendendo a parte do negócio e a Gradiente seguiu sozinha até 2003.

Fonte: http://forum.jogos.uol.com.br/a-historia-do-phantom-system_t_1274071

 

  • Top Game CCE

A CCE também ataca de clone do NES, com o TopGame!

image

  • Dynavision II

Outro clone do NES.

image

 

Categoria 2: clone safado, traumatizador de netos e filhos

Estas máquinas podem até funcionar e serem jogáveis (nem todas), mas foram feitas para enganar, sendo cópias muito parecidas dos originais. Só que a verdade é terrível, traumatizando os que foram premiados com estas obras primas da enganação.

 

  • PolyStation

image

Olha, um PlayStation barato! Só está escrito meio errado o nome na caixa…

E ai… surpresa:

surpresa

Haha, não tem leitor de CD, é cartunho de NES!!!

PolyStation é um verdadeiro clássico aqui no Brasil, ainda é vendido. Pelo menos ele funciona… Imagino a decepção de quem achou que finalmente tinha ganhado um PS! Ainda não foi desta vez… melhor sorte na próxima…

 

  • PolyStation 2

E claro que a desgraça continua. A nova geração chegou!

image

Em versão FAT e SLIM!

image

O que essa arma tá fazendo ai???image

Ops, nada de CD ainda! Continua clone do NES, continue tentando amigo!

 

  • PolyStation 3

Está dando certo, então vamos continuar!

image

Roda Blu-ray agora??

image

Haha, certo.

 

  • M-Gage

Lembram do N-Gage, aquele fracasso da Nokia, mistura de celular com videogame? (que ideia ridícula né?)

Pois este é o M-Gage. Quase a mesma coisa, só que roda somente Tetris de camelô. 

image

 

  • NEO Double Games

Quer um Nintendo DS? Leva essa aqui, mais baratinho. Só que roda somente um mini-game porcaria.

image

 

  • POP Station

Ah prefere o portátil da Sony? Bem, este parece com o PSP… mas só de longe…

image

E o que esta beleza roda? Óbvio: um mini-game porcaria.

image

  • Game Joy Micro

Lembram do minúsculo console que a Nintendo fez, chamado GameBoy Micro? Uma letrinha diferente faz uma grande mudança…

image

Sabe o que isso roda? Nem eu, mas pelo fundo da caixa dá para deduzir: Tetris de camelô.

 

  • Mini PolyStation 3

E a família poly segue firme, desta vez atacou com o Mini PolyStation 3 (!?).  Um PS3 portátil movido a pilhas! Só que no lugar do disco tem uma telinha… que roda o quê? Mini-game porcaria, o mesmo do POP Station. Era melhor se ainda fosse um clone do NES…

image

 

  • Chintendo Vii

HAHAHAH, a empresa se chama Chintendo!!! 🙂 E esta beleza é quase um Wii, só que o W perdeu uma perna e acabou virando Vii. Parece que esta perna fazia muita falta, pois o resultado foi terrível, a máquina tem um bastão sem fio que de Wiimote não tem nada, é uma pistola de infra-vermelho. Vem com 12 jogos na memória, todos horríveis, eu garanto.

image

image

E essa desgraça tem até comercial:

 

  • Magistr Savia

Esta obra de arte russa tem cara de Mega Drive, os controles também são parecidos (só que bem mais carnavalescos) e uma arma. Afinal russos adoram armas. Só que o belo aviso de 8-bits na carcaça dá a dica, é clone de NES!

image

Categoria 3: QUEIME ANTES QUE SE REPRODUZA!

Estas máquinas são verdadeiras aberrações da natureza, imitando de forma bizarra pedaços de vários consoles, como um frankenstein que não sabe o motivo da sua existência…

 

  • Battman (WWWTTTFFF?)

Sabe aquele circo que aparece na cidade com um mega show do Homem Aranha com a Peppa Pig e os Transformers? (fato real aliás). Pois é, esta máquina é um Xbox! Com controle de PS! E uma arma, claro.

Que neto não sonharia com um videogame chamado Batman? Ah, digo, Battman? A caixa é fantástica, diz UNIQUE, com certeza!

image

Depois da criança ficar super empolgada com o Batman, Xbox, PS1, … vai acabar caindo na realidade e jogando NES… é o que essa maravilha oferece.

 

  • X-Game 360

Prefiro não comentar o que é esta coisa medonha. Não consegue imitar nada direito. Tem um cheiro de Xbox, mas esse controle? Se chegar próximo dá para ouvir ele susurrar “mate-me”… Talvez usando a própria arma…

Ah, é um clone de…? Adivinha…

image

 

Categoria 4: quase melhor que o original

 

  • Droid X360

Bizarro, mas funciona!

image

Portátil com nome similar ao Xbox 360, visual do PS Vita, mas que roda Android, com vários emuladores: Nintendo 64, PSOne, Game Boy Advance, Game Boy Color, NES, SNES, Mega Drive, Game Gear.

Hardware: processador 1.5 Ghz, 512 RAM, 8GB de armazenamento interno, tela sensível ao toque, saída para HDMI e mini USB, slot de cartões microSD (suporta até 32GB), duas câmeras (uma frontal e outra traseira) e ainda duas alavancas analógicas.

Lançado na China, por cerca de US$ 200.

Que beleza hein? Nem o Vita tem saída HDMI. Bem útil esse!

 

EXTRA:

Rádio da marca SQNY???

image

 

 

Então cuidado ao comprar com pressa, especialmente em camelôs!! E nunca, mas nunca mesmo, encomende videogame para seu avô! (também vale para alguns pais distraídos…)

Em caso de necessidade lembre-se que os psicólogos estão ai para ajudar.

Anúncios