Continuo pesquisando a área de roteiros, especialmente em como escrever para jogos. A minha idéia é aprender a montar e apresentar a história de forma “impactante” no jogo, para empolgar o jogador. Estes conhecimentos serão úteis no projeto atual em que estou envolvido.

E nada melhor que um livro que já fale sobre como criar uma história diretamente para jogos, sem precisar ir para teoria clássica de roteiro para cinema, certo?

 

Errado… Até agora os livros que li sobre isso não foram bons, não satisfizeram minha necessidade de saber como contar uma história aplicada a jogos. Já tinha lido outro livro que tinha o selo da IGDA e o mesmo problema se repete, formatação ruim. Fonte pequena no texto, grande margem na direita da folha desperdiçando muito espaço, deixam a leitura cansativa. Um texto melhor formatado ajudaria bastante!

 

O livro desta vez é o “Writing for Video Game Genres – from FPS to RPG”, que também peguei emprestado de um amigo que ainda não tinha lido. Estava ali disponível, então não custava nada encarar ele… Como se pode notar pelo título, ele aborda vários gêneros de jogos e diz o que se deve considerar na hora de escrever para cada tipo.

Aborda MMO, RPG, Adventure, Action-Adventure, Plataforma, FPS, RTS, Esportes, Simuladores, Corrida, Horror (isso é gênero? não seria tema? enfim…), Fantasia e Ficção (mesma questão anterior…), Sandbox, ARG, Serious Games, Casual, Consoles Portáteis, Celular, e por último, Ficção Interativa (mais focado nos jogos de texto puro).

livro_writing

Capa bonita, hein?

 

As dicas que o livro dá sobre as características únicas de vários gêneros até são boas, porém muitas vão pelo óbvio, que bastaria usar o bom senso para saber (como usar menos texto possível e cuidar o tamanho de tela em um jogo mobile), até algumas outras não tão óbvias, mas nada muito impressionante. De qualquer maneira, mesmo achando o livro mais ou menos, sempre se aprende alguma coisa e surgem algumas idéias úteis. (mas poucas…)

 

Enfim, não recomendo muito pois ele não atingiu meu objetivo principal que era aprender a contar uma boa história (além da arte da capa ser medonha!). O livro só diz o que o escritor precisa lembrar, se preocupar, em relação a elementos únicos de cada gênero, mas não fala nada sobre como escrever em si.

 

Então aprendi a lição, livros que tratam de escrita e jogos nunca irão dizer como escrever bem. Por isso larguei de mão e vou direto para livros de roteiro tradicional para cinema. O trabalho de adaptar essa teoria para os jogos irei fazer sozinho.

 

Agora estou indo para o material de Syd Field, dentre outros clássicos. E neste sentido descobri um curso grátis muito bom, do site Best Screenwriting Books.

Basta se inscrever lá (no post HOW TO WRITE A SCREENPLAY – A Free** Email Mini-Course) e receber por email as lições do curso. São bem práticas, rápidas de ler e dão boas dicas (e bem explicadas) sobre muitos elementos de roteiro (ex: atos, pontos de virada, personagens, conflito, etc). Já li as primeiras partes e estou achando bem útil.

 

Aqui está a parte 1 se quiser dar uma espiada antes de assinar.

Anúncios