Baixei todas as demos que consegui encontrar, de jogos que usam o MOVE. Segue aqui minhas mini-análises:

(obs: todos são vendidos por download; caso contrário eu comento)

 

Jogos da PSN Americana:

  • Tumble

Muito bom, jogo simples de empilhar e explodir torres de blocos, além de conter alguns puzzles que usam lasers, lentes, etc. Os blocos possuem características especiais que influenciam na fricção e estabilidade da torre, como vidro, madeira…

Com modo multiplay, inclusive para quem tem só um MOVE (em turnos). O melhor mesmo é a precisão do controle, muito bem implementada, um dos melhores neste sentido. Tem opção de visão 3D, se você tiver aquelas TV´s 3D com óculos. Este fiquei bem tentado em comprar, custa U$10,00.

 

  • Racquet Sports

Jogo de caixa (Blu-Ray). Esportes com raquete como tênis de mesa, tênis de quadra, peteca, squash… Mas o controle é muito fraco, não consegui recriar com perfeição os movimentos que queria, no máximo indicar a direção da bola. Enfim, achei sem graça na jogabilidade e tosco em geral. Parece que a Ubisoft não se esforçou muito… Tem versão para Wii.

 

 

  • EyePet

Mais um jogo de caixa (retail). O bicho de estimação da Sony vem com um cartão de papelão para fazer tracking de objetos. Desta forma segurando o cartão a pessoa pode controlar secador de cabelo, pote de ração, … tudo mais se que usa para interagir com ele. Agora com o MOVE ficou mais intuitivo de usar estes objetos. Na demo você deve dar um banho e secar a criatura, além de desenhar as peças de um avião que é montado e usado em um mini game de estourar balões. A demo é curta, mas dá para ter uma boa idéia da interação.

Interessante para quem tem filhos, parece bem divertido. O problema é ter espaço no chão da sala, pois a câmera tem que ficar apontada para o chão. Com espaço apertado o bicho fica andando por cima das suas pernas e estraga um pouco da ilusão de que ele está realmente no piso da sua sala.

Gostei, não está na minha prioridade de compra no momento, mas é uma aplicação bem feita de realidade aumentada.

Obs: Todos estes jogos em caixa do MOVE custam em média U$40,00. Não é tão caro quanto um jogo de lançamento AAA costuma ser, mas de qualquer maneira um investimento considerável…

 

 

  • Sport Champions

Outro jogo de esportes, com tênis de mesa, frisbee, arco e flecha, “gladiador” (espada e escudo), dentre outras atividades. Na demo só tem o tênis de mesa e o frisbee. Os controles são bons, se fizer movimentos rápidos em arco para baixo, cima ou lados, tudo é lido de forma equivalente (pelo menos no tênis de mesa que foi o que mais gostei, o frisbee é meio sem graça). Se fosse um jogo de download barato seria bem interessante, mas ele é em disco. Fiquei em dúvida se vale pagar mais por um título simples de esporte.

Pelo que li o single player é bem realizado, com mais profundidade e desafios que outros jogos de lançamento do MOVE (como Start The Party, que o foco é puro multiplay). Além disso, todos os esportes podem ser jogados com um controle só ou dois (para o mesmo jogador).

 

  • Kung-Fu Rider

Jogo de comédia, com o objetivo de fugir da máfia. O jogador faz isso descendo as ruas da cidade usando cadeiras de rodinhas… (algumas cadeiras são bizarras, como em forma de bambi rosa…). É simples e divertido, mas pelo review que li no gamespot os controles não obedecem muito bem. Na demo não vi grandes problemas, mas é bem repetitivo. O que se faz é inclinar o controle para esquerda ou direita, levantar rapidamente para dar um pulo, botão T para inclinar (passar por baixo de obstáculos) ou botão MOVE para dar um chute giratório nos mafiosos que ficam no meio do caminho (além de outras ações). Legal, mas nada que chame muito a atenção. Um detalhe interessante, quando você bate ou chega no fim da pista, o jogo tira fotos do seu rosto, mostrando só no fim da fase as suas expressões.

Também é jogo de caixa… Aliás quase todos estes jogos de lançamento do MOVE que são em caixa poderiam muito bem ser em download e mais baratos… Não devem ocupar nem metade do disco…

 

 

Jogos da PSN Européia:

 

  • TV Superstars

Oh my, que porcaria. A idéia é um show de auditório com mini games como desfilar e dançar (ridículo), correr em uma roda pulando obstáculos, ser arremessado no cenário com um estilingue gigante… Enfim, atividades idiotas com uma jogabilidade sem graça. Muito fraco. A única coisa divertida é que no início pode ser criado um personagem tirando foto do seu rosto em posição neutra, sorriso e raivoso. Depois customizar tipo de cabelo, cor da pele, etc. O resultado pode ficar meio bizarro, mas divertido. A animação do rosto é feita automaticamente alternando as três fotos.

Porém sua sala precisa ter iluminação igual nos dois lados onde a câmera se encontra, senão o rosto fica com sombra (se tiver uma janela com mais luz em um lado só por exemplo, estraga o resultado). Também é um jogo de caixa.

O idéia geral não é ruim, mas a implementação dos mini games (e a criação deles) deixa muito a desejar. Pelo menos o que é visto na demo não empolga nem um pouco.

 

 

  • The Shoot

Mais um bem ruim. É um jogo de atirar na tela, do tipo “on rail” (sem liberdade de movimento). O que achei terrível foi que a tela de calibragem (todos jogos do MOVE tem) não era nem um pouco intuitiva. Geralmente é só apontar no centro da tela e acionar um botão, mas este pedia para atirar em uns alvos que estavam fora da área da câmera. Se esticava o braço para colocar a bola do MOVE no local dos alvos, a calibragem não funcionava, a mira ficava perdida. Se apontava o MOVE só para o canto da tela, dentro da área da câmera mas sem encostar nos alvos, o resultado ficava melhor mas ainda não preciso como em outros jogos. Enfim, controle meia boca e jogo sem graça. Outro que é em caixa mas poderia muito bem ser por download e com preço pela metade.

 

  • Planet Minigolf

Baixei a demo pois constava na seção MOVE da PSN, mas ao entrar dizia que somente o jogo completo tem suporte ao controle… Então não pude testar. Com o dualshock3 já tinha visto esta demo alguns tempos atrás, é só um mini golf sem muitos atrativos.

 

  • Echochrome 2

Até que enfim algo criativo. O primeiro Echochrome já era único, e este continua sendo bem original. O MOVE se comporta como uma lanterna e de acordo com as sombras o personagem deve chegar até a saída. É mais fácil ver o vídeo do que tentar explicar…

Bem interessante, na demo existem poucas fases, mas dá para ter uma idéia que o desafio será alto nos níveis mais complexos. Este acredito que vale comprar. Mas é um jogo mais lento, totalmente puzzle, tem que gostar do estilo.

 

 

  • Beat Sketcher

Isto é mais uma aplicação do que jogo. Permite desenhar na tela, e a cada pincelada um som é emitido (pode escolher que tipo quer). Então enquanto desenha vai “compondo” uma música. Existem outros modos de jogo, mas na demo só tem este de criação. Não sei se há algum objetivo além de brincar. Bem que a Sony poderia dar de graça um jogo simples como este para quem comprou o controle…

 

  • Start The Party

É um “party game” (como diz o nome) com ênfase familiar, pois os mini games não são violentos e os gráficos mais coloridos e infantis (mas com estilo artístico bem simpático). O mais legal é que ele usa realidade aumentada: por exemplo no mini game de fatiar frutas, uma espada fica presa ao MOVE e frutas são arremessadas na tela, basta mover para cortá-las. É tudo muito intuitivo e divertido, especialmente para crianças, mas uma turma de amigos “mais crescidos” também poderá curtir. No início você tira uma foto para ilustrar seu “personagem” (é só uma placa com braços e pernas), e grava seu nome ou grito de guerra (aliás outros jogos também fazem isso, a PS EYE tem microfone embutido). É um jogo de caixa, se fosse por download já teria comprado. O problema que li em alguns reviews é que o single play é sem graça e a quantidade de mini games não é extensa, acaba enjoando rápido. Mas enquanto dura é bom. Os controles são muito bem feitos, é da mesma produtora que fez o Tumble, que também tem controles excelentes.

 

Outros jogos:

  • Heavy Rain

Depois de um upgrade de mais de 1Gb, Heavy Rain fica na versão 2.0, com suporte ao MOVE. Até a interface do menu principal foi completamente alterada, com movimentação da câmera para refletir o movimento do controle. Como eu já tinha jogado HR até platinar, só testei por alguns minutos.

Primeira coisa que notei foi que o navigation controller (controle extra opcional com analógico) realmente é necessário para este tipo de jogo que precisa caminhar e mirar (ou mover o controle para qualquer ação) ao mesmo tempo. Segurar o dualshock3 só com uma mão é bem cansativo.

Já o uso do MOVE ficou razoável, algumas ações tornaram-se mais intuitivas (como abaixar o controle para o personagem abaixar, etc), outras nem tanto. Para quem já jogou não vale a pena jogar de novo só por causa do novo controle, mas para quem ainda não experimentou, talvez a experiência ficará mais “tensa”.

Porém achei um pouco confuso, pois tem ações que devem ser feitas com o controle na vertical, outras na horizontal, além de empurrar, puxar, girar… o analógico parece ser mais prático. Enfim, nada incrível.

 

Há outros jogos que usam o MOVE, como Resident Evil 5 Gold Edition (a Capcom poderia ter atualizado a versão tradicional do RE5 também né? sacanagem…), além de títulos mais simples como sinuca e boliche vendidos na PSN (mas estes não tem demo).

 

E claro, muitos estão sendo desenvolvidos. Killzone 3 é uma das grandes produções que irá usar o MOVE desde o lançamento, deve sair em fevereiro do ano que vem.

Confira aqui a lista completa de todos os jogos compatíveis com o novo controle:

http://move.gamespot.com/games/index.html

 

 

E então, vale a pena comprar agora?

 

Se você está curioso em testar a tecnologia, experimentar as demos, estar pronto para os jogos futuros, vale sim. Se já tem a câmera o investimento não é alto. Se não tiver há um pacote com tudo junto e mais um jogo completo por um preço mais camarada.

Mas ainda não há nenhum jogo extraordinário que te “obriga” a comprar o controle. Os jogos AAA  estão em produção, como Killzone 3. Então se não estiver muito curioso no momento, é mais sensato esperar.

 

O hardware tem muito potencial, mas a Sony e os desenvolvedores em geral precisam apostar no MOVE, criando jogos de qualidade e criativos, que não sejam só cópias do Wii (coleções de mini games). Com o PS EYE a Sony não fez um bom trabalho, existem poucos títulos para o acessório. Espero que corrija este erro desta vez.

Também espero que de agora em diante todo e qualquer jogo que tenha algum sistema de mira (especialmente FPS) seja compatível de fábrica com o MOVE (além dos antigos serem atualizados via patch), para que a compra compense. Vamos ver se ele irá pegar, mas estou otimista.