O SBGames sempre contou com keynotes (palestrantes) internacionais. Pessoal da Ubisoft, EA, MS, dentre outras companhias de jogos. As palestras costumam ser interessantes mas não muito inspiradoras, pois o pessoal fala da história da empresa, o que está fazendo no momento, etc, mas nada muito útil para quem está procurando boas dicas voltadas ao desenvolvimento de forma mais direta. Comentei isso na minha análise sobre o SBGames do ano passado.

Seria bem mais interessante, na minha opinião, ver algum gamedesigner de verdade falar, ao invés de assistir palestras institucionais. Mas quem poderia vir? Myamoto? Kojima? Will Wright? Impossível. A solução seria algum designer indie.

 

 

A melhor escolha nesse caso é o Jonathan Blow, criador do famoso Braid. O mérito dele não é só por ter criado um jogo que foi super debatido mundo afora por sua mistura inédita de gameplay diferente com história aberta a várias interpretações (as mecânicas justificam a história e vice-versa), mas também por ser um grande pensador sobre a indústria de jogos, sobre o rumo que ela deve tomar para evoluir e sair da mesmice, para não bitolar os jogadores… Veja alguma palestra dele no blog do Braid. Impossível não abrir a sua cabeça e lhe deixar pensando. Sugiro esta que acho ótima.

Pois bem, este ano eu e o João Ricardo Bittencourt (coordenador do curso de jogos da Unisinos) fomos convidados para organizar o festival de jogos independentes do SBGames (que será em Florianópolis). Desta forma, quando vi que o Jonathan faria uma palestra na GDC, não pude resistir a idéia de aproveitar para convidá-lo pessoalmente a vir ao SBGames. Falei com o coordenador geral do evento sobre esta possibilidade e ele me autorizou a tentar.

Então fiz contato com o Jonathan na GDC, depois falei via email com ele, e passado algum tempo finalmente aceitou! Dei liberdade total para ele escolher o assunto que quer falar (ainda não me disse o que seria), mas sugeri que fosse algo voltado à game design, que é o que o evento mais precisa ao meu ver.

Agora só falta a parte burocrática funcionar para visibilizar a viagem dele (acredito que não haverá problemas) e então teremos um verdadeiro game designer no SBGames!

 

Atualização: Jonathan aceitou participar também da comissão de avaliadores dos jogos do festival indie do SBGames!