Produzido por Sega.

Ano: 1987 (início da série)

Existe algo mais clássico do que isso ?

 

Bem, talvez o vinil duplo “Live After Death” do Iron Maiden possa ser mais clássico, mas em termos de jogos, The Revenge of Shinobi (1989) foi um dos maiores clássicos do Mega Drive.

Me lembro que na época tinha um Master System e fui na casa de um colega do colégio para conhecer a nova geração, o fantástico Mega Drive! Lá vi pela primeira vez este novo Shinobi, com incríveis gráficos, música e ótima jogabilidade. O mais impressionante era a abertura, onde uma silhueta de ninja aparecia no meio de relâmpagos, pulava e caia na frente da tela, rebatendo uns churikens. Parecia filme, com super fotorrealismo!

Ok, hoje eu sei que aquilo não passava de uns sprites andando de um lado para outro da tela, mas na época me deixou impressionado.

O vídeo abaixo é um “boss run”, com todos os boss do jogo, mas no início tem esta tal abertura. Imagine-se sendo criança, onde todo esse “poderio gráfico” era novidade. É ou não uma obra de arte? 🙂

The Revege of Shinobi era um jogo que justificava a compra de um Mega Drive, pois era muito melhor que qualquer coisa do Master System… Aliás o Master também tinha o seu shinobi que era uma conversão do arcade, lembro de ter jogado muito.

Ah, e não podemos esquecer do Alex Kidd in Shinobi World!
Mas voltando ao shinobi do Mega, ele tinha as mesmas raízes dos shinobis antigos (plataforma, armas brancas e magia), mas agora podia escolher qual magia usar, criando várias possibilidades de estratégias, eram elas:
  • Ikazuchi: Raio de projeção, permitindo ser atingido algumas vezes sem perder energia.
  • Kariu: Colunas de fogo que destroem tudo que estiver na tela.
  • Fushin: Super saltos.
  • Mijin: O ninja se suicida mas gera uma forte explosão que causa grandes danos nos inimigos que estiverem na tela. Especialmente útil compra bosses. (mas perde uma vida)
O jogo tinha uma fase do labirinto (espécie que dungeon) que era muito chato, pois bastava entrar em uma porta errada para voltar a uma sala que já tinha passado antes, podendo ficar andando em círculos por muito tempo. Acho que precisei dos detonados da SuperGamePower ou outra revista do tipo para ter uma luz do caminho certo. 🙂
A história de Shinobi era extraordinária: salvar a namorada !!!! É incrível como os ninjas sempre acabam com suas namoradas raptadas.
Além desse jogo, outros Shinobi´s e derivados foram feitos, a maioria deles eram ótimos. Como Shadow Dancer de 1990 (vulgo “shinobi com cachorro”, também tinha para arcade).
A novidade era o cachorro que poderia ser usado para atacar e abrir a guarda dos inimigos.
Depois fizeram Shinobi III: Return of the Ninja Master, 1993. Este só conheci por emulador muito tempo depois, ainda hoje é um grande jogo. Pode ser comprado para Wii, via Virtual Console.
Este eu nunca vi ao vivo: Shinobi Legions do Sega Saturn, 1995. Usava atores reais para os sprites, como em Mortal Kombat.
Pelo vídeo não parece ruim:
Já as cutscenes live action são de doer, não dá nem para Seção da Tarde:
(Seja lá quem dirigiu isso, deveria ter visto um pouco de Jiraya antes…)
Acredito que o último da série foi Shinobi para PS2, 2002. Porém a Sega dessa vez não acertou a mão (para o meu gosto). O jogo ficou 3D, no estilo hack and slash, mas muito pior que qualquer Devil May Cry… Com habilidades de andar nas paredes e fatiar vários inimigos em uma fração de segundo, parecia bom mas acabou sendo uma grande decepção. Primeiro vejam o que fizeram com o visual do personagem:
(Cachecol gigante que estica?? E essa pose hein? Tá estranho isso…)

Depois o gameplay perdeu a essência dos antigos shinobi´s. Ficou um jogo de ação frenético, com algumas coisas boas mas muitas coisas chatas.

Tá na hora da Sega criar um novo Shinobi com gráficos modernos, mas inspirados nos antigos. Não precisa ser necessariamente com jobabilidade 2D (bem que eu gostaria), mas algo que tenha ligação direta com os antigos, e não uma mistura de Devil May Cry com Prince of Pérsia, vestido para o carnaval de inverno…

(O cachecol estica mesmo, sério…)
Já que a Capcom fez algo muito bom com o Street Fighter 4, deixando o jogo com menos golpes e parecido com o clássico SF2, mas ainda profundo para quem quiser se especializar, mantendo o sistema de jogo 2D porém com gráficos 3D (e com estilo visual único). Por que não fazer isso com shinobi? A franquia merece pela sua história de excelência.
É isso, grande jogo e grande série. The Revenge of Shinobi irá sempre me lembrar do fascínio da nova geração do Mega Drive. Tá na hora de mais um (acorda Sega!).
Só espero que não façam besteira como em Altered Beast…
Anúncios